Covid-19Foz do Iguaçu

Foz registra 106 novos casos de covid-19 e mais cinco óbitos

UTIs continuam com 100% de ocupação no município. Cinco UBSs de Foz do Iguaçu se tornam referência para atendimentos a casos de Covid-19. (Fotos: PMFI) 

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirmou nesta sexta-feira (11) mais 106 casos de covid-19. No total, são 38.746 casos da doença no município desde o início da pandemia e 37.201 pessoas já estão recuperadas.

Dos 106 novos casos, 52 são mulheres e 54 homens, com idades entre dois e 73 anos. Do total de casos ativos, 404 pessoas estão em isolamento domiciliar com sinais e sintomas leves e 188 pessoas estão internadas.

Óbitos – Foz do Iguaçu registrou mais cinco óbitos em consequência da covid-19. As vítimas foram três homens de 42, 56 e 81 anos, e duas mulheres de 51 e de 68 anos. No total, são 953 mortes pela doença no município desde o início da pandemia.

Referência – Cinco Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Foz do Iguaçu passaram a ser referência para a recepção de pacientes com quadros sintomáticos respiratórios de Covid-19 a partir desta sexta-feira (11), uma em cada região da cidade.

As unidades são: UBS Vila C Velha; UBS Lagoa Dourada; UBS 24h Padre Ítalo ; UBS Jardim São Paulo I e UBS Vila Yolanda.

Mudanças – Das cinco unidades, apenas a UBS Vila Yolanda continuará recebendo pacientes de rotina, que serão recebidos em outra entrada. Nas demais, os atendimentos serão exclusivos para a Covid-19. As unidades passarão a realizar a triagem, coleta de exames, avaliação clínica e distribuição de remédios, caso seja necessário, para os sintomas apresentados.

A mudança, conforme a secretária de Saúde, Rosa Jeronymo, visa facilitar o acesso dos cidadãos aos serviços e evitar a circulação de pessoas sintomáticas, além de ampliar os locais de testagem, que passam de dois para seis, com o Hospital Municipal Padre Germano Lauck.

“Foi preciso encontrar formas de agilizar o atendimento inicial, para que assim o tratamento comece mais rápido. Com uma unidade de referência próxima de casa, melhoramos a logística dos cuidados”, afirmou Rosa.

De acordo com a diretora de Atenção Básica, Jaqueline Tontini, todos os profissionais das unidades escolhidas já receberam a segunda dose da vacina, além de passarem por uma capacitação para a realização da coleta e receberem equipamentos de segurança.

“Em todas essas mudanças seguimos com o modelo de atendimento preconizado pelo Ministério da Saúde, que é o fast-track. Com ele podemos ter informações rápidas sobre os casos e evitar que o paciente circule por outras unidades e farmácias. Assim realizamos todo o atendimento necessário na unidade”, relata Jaqueline.

Atendimentos – Com a alteração, outras seis Unidades Básicas de Saúde que estavam desde março realizando atendimentos para casos de coronavírus voltam a receber apenas pacientes para consultas de rotina e também para vacinação contra a Covid-19.

São elas: UBS Profilurb II (Região Sul); UBSs do Morumbi II e Jardim São Roque (Região Leste); UBS São João (Região Nordeste) e UBSs Jardim Jupira e Cidade Nova (Região Norte).

“Nenhum usuário será afetado pela mudança. A Secretaria de Saúde redistribuiu o quadro de atendimentos para que as consultas de rotina continuem sendo feitas. Os pacientes precisarão apenas se deslocar para outra UBS na mesma região e serão atendidos com qualidade”, complementou a secretária de Saúde.

Com informações da PMFI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *