FronteiraParaná

Burrinho que seria usado no transporte de maconha, apreendido em Guaíra, é devolvido aos verdadeiros donos

O animal foi apreendido na noite de terça-feira (6). (Fotos: Polícia Federal)

Nesta semana os policiais que atuam na região de Guaíra (PR), na fronteira com o Paraguai, passaram por uma situação inusitada.

Na noite de terça-feira (6), durante um patrulhamento nas margens do Rio Paraná, no perímetro urbano de Guaíra, uma equipe de policiais federais avistou uma movimentação suspeita. Com o apoio de outras forças que atuam na Operação Hórus, as buscas na região foram intensificadas e um carregamento de drogas foi interceptado.  

Quando os policiais chegaram ao local, os traficantes estavam carregando uma carroça com uma grande quantidade de maconha. Os criminosos conseguiram fugir, mas os 300 quilos da droga, a carroça e o burrinho foram apreendidos e encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal de Guaíra.

Voltando ao lar – De acordo com o delegado da Polícia Federal em Guaíra, Mário Cesar Leal Junior, no dia seguinte à apreensão, um casal foi até a Delegacia. Um homem de 77 anos e uma mulher com 70 anos, disseram ser os verdadeiros proprietários do animal. 

“Nós verificamos com os moradores da região e verificamos que eles realmente eram os donos e que o animal tinha sido furtado no mesmo dia em que a droga foi apreendida”, disse. 

Ontem (8), o burrinho finalmente voltou pra casa, para a alegria do casal. 

A Polícia Federal segue a investigação para identificar os responsáveis pelo carregamento que foi apreendido. 

Cris Loose Compartilha, com informações da Polícia Federal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.