Covid-19Foz do Iguaçu

Prefeitura abre agendamento para terceira dose em idosos com mais de 80 anos e imunossuprimidos

Doses de reforço contra a covid-19 serão aplicadas em idosos que completaram o esquema vacinal há seis meses e imunossuprimidos que tomaram a segunda dose ou a dose única há pelo menos 28 dias. (Foto: Christian Rizzi/PMFI)

A Prefeitura de Foz do Iguaçu abriu na manhã desta terça-feira (21) o agendamento online para a vacinação da dose de reforço (terceira dose) em idosos com 80 anos ou mais e imunossuprimidos. As doses serão aplicadas em idosos que já completaram o esquema vacinal há pelo menos seis meses e nos imunossuprimidos que tomaram a segunda dose ou dose única há pelo menos 28 dias.

Idosos institucionalizados acima de 70 anos que já completaram o esquema vacinal há seis meses também receberão a terceira dose. 

O agendamento pode ser feito pelo site vacinacao.pmfi.pr.gov.br. A aplicação das doses acontecerá nesta quarta e quinta-feira (22 e 23) em oito unidades básicas de saúde: Morumbi 2, AKLP, Vila Yolanda, Padre Monti, Três Bandeiras, São Roque, Jardim Jupira e Vila Adriana. No dia da vacinação, é necessário portar os documentos pessoais e o comprovante de vacinação.

São considerados imunossuprimidos os transplantados, pacientes em hemodiálise, quimioterapia, Aids, entre outras pessoas em alto grau de imunossupressão. A Secretaria de Saúde estima que os dois públicos somem 3.134 pessoas, 1.571 imunossuprimidos e 1.563 idosos.

Reforço – O início da aplicação da dose de reforço deve-se à chegada de novos imunizantes, enviados pelo Governo do Estado nesta segunda-feira (21). Para este público foram enviadas 2.556 doses.

Conforme explicou a secretária de saúde, Rosa Maria Jerônymo, os idosos que vivem em instituições de longa permanência serão vacinados nestes locais pelas equipes da Atenção Básica.

“Iniciaremos a vacinação nos idosos institucionalizados acima de 70 anos que já completaram o esquema vacinal há seis meses e vamos aguardar a próxima remessa para vacinar os idosos acamados. Os imunossuprimidos que fazem hemodiálise serão vacinados nas próprias clínicas”, disse Rosa.

A terceira dose de vacina tem sido recomendada por especialistas porque foi observada uma queda na proteção entre esse público. Ela também é necessária por causa da variante Delta, que vem provocando aumento de casos de covid-19 em todo o mundo.

Imunossuprimidos – São consideradas pessoas com alto grau de imunossupressão quem sofre de iunodeficiência primária grave; faz quimioterapia para câncer; transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras; pessoas vivendo com HIV/Aids; pessoas que fazem uso de corticóides em doses 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por 14 dias; que usam drogas modificadoras da resposta imune; pacientes em hemodiálise e pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias).

Com informações da PMFI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *