ArgentinaBrasilFronteira

Fronteira aberta: primeiros argentinos já retornaram ao país pela Ponte Tancredo Neves

Família argentina foi recebida pelo Ministro da Saúde do país vizinho. (Foto: Gentileza/LaVozdeCataratas)

O Ministro da Saúde Pública, Oscar Alarcón, recebeu no começo da tarde desta segunda-feira (27) a primeira família argentina que retornou ao país pela Ponte Tancredo Neves, ou Ponte da Fraternidade, na fronteira com o Brasil, em Foz do Iguaçu. 

Depois de um ano e sete meses com a fronteira fechada, em função da pandemia, os argentinos finalmente começaram a retornar para o país de origem pela Ponte.  

A família Muñoz Larreta foi recebida às 12h30 pela equipe de saúde pública. Após cumprirem todos os requisitos sanitários e passarem pelo teste contra a covid-19, seguiram viagem rumo a Miramar. 

No Brasil – Ao meio-dia, em entrevista para a Rádio Itaipu FM, o chefe do Núcleo de Polícia de Imigração (NUMIG), da Polícia Federal em Foz, Nelson Cesar Machado Junior informou que não havia nenhuma informação oficial sobre a reabertura da fronteira.

Ele afirmou também que o Brasil segue atualmente a portaria sanitária 655/2021, que continua restringindo o ingresso de estrangeiros por fronteira terrestre. A exceção é apenas para as cidades gêmeas de fronteira, onde um dispositivo orienta para a reciprocidade entre os dois lados da fronteira. 

Confira a entrevista completa:

Uma cerimônia envolvendo várias autoridades do país vizinho teria sido marcada para às 16h, para reabrir oficialmente a fronteira. 

A reabertura, de acordo com as autoridades da Argentina,  servirá como piloto, seguindo uma série de restrições como exigência de comprovante de vacinação, apresentação de teste de covid-19 e limite diário de circulação. 

Cris Loose Compartilha, com informações do LaVozdeCataratas e da Rádio Itaipu FM

Um comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *