BrasilParaná

Em Dubai, Paraná lança plataforma para empresas se apresentarem a investidores

Lançado durante a missão técnico-comercial Paraná Business Experience, o site funciona como um “cardápio digital” em inglês que concentra informações relevantes para potenciais parceiros internacionais. Após o evento, ferramenta será gerenciada pelo Sebrae/PR. (Foto: Governo do Paraná)

Mais de 50 empresas e entidades paranaenses estão concentradas no Paraná BX Market Place, nova plataforma digital que dá visibilidade a quem busca investimentos externos. Lançado oficialmente na segunda-feira (11) durante a missão técnico-comercial Paraná Business Experience, em Dubai, o site funciona como um “cardápio digital” em inglês que concentra informações relevantes para potenciais parceiros internacionais.

A ferramenta disponibiliza uma página personalizada para cada entidade, agregando dados como história da marca, contato, produtos, ações de ESG, vídeos e fotos de apresentação. A plataforma foi idealizada pela Invest Paraná, autarquia responsável pela atração de investimentos no Estado e por organizar a missão em Dubai.

O evento, realizado pela Paraná Metrologia e com apoio do Sebrae e do Governo do Estado, espera atrair novos negócios e clientes para o Paraná.

Além das empresas e entidades de classe, empresas públicas e prefeituras municipais também integram a plataforma, dando visibilidade a um amplo rol de informações sobre o Estado. 

A ferramenta organiza as empresas e órgãos em 14 segmentos: indústria, entidades governamentais, agronegócio, setor automotivo, finanças, energia, entidades e consultorias, alimentação e bebidas, tecnologia da informação e comunicação, infraestrutura, logística, imobiliária, bem-estar, e madeira, papel e celulose. 

Exemplo – A Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) é uma das entidades presentes no aplicativo. O objetivo de Federação é apresentar a diversidade do parque fabril paranaense e demonstrar que o Estado é um destino adequado e seguro para investimentos no Brasil.

“Esse instrumento pode ajudar o empresário de fora a ter acesso a todos os serviços que nosso sistema presta para nossos industriais. Essa é uma iniciativa extremamente positiva, que integra indústrias, empresas e prefeituras do Paraná”, reforçou Carlos Valter, presidente da Fiep.

Networking – Apesar de nascer com o objetivo de facilitar as conexões em Dubai, a plataforma será permanente. Ao fim da missão, ela será cedida ao Sebrae/PR, que vai gerenciar a entrada de novas empresas. A ideia é que ela possa ser usada para networking paranaense em qualquer evento internacional. 

Posteriormente, novas funcionalidades serão agregadas ao site pelo Sebrae/PR. Um dos projetos é traduzir as informações, que hoje estão apenas em inglês, para diversos outros idiomas, expandindo ainda mais o potencial paranaense. 

Negócios – A plataforma também funciona como um primeiro contato do público externo com as empresas e entidades presentes na missão em Dubai.  

Assim, a ferramenta se consolida como uma utilidade tanto no pré-evento, fornecendo uma apresentação prévia das empresas presentes nas negociações, como no pós-evento, fornecendo todas as informações de contato necessárias.

Parcerias – O segundo dia do Paraná Business Experience em Dubai foi marcado pela assinatura de memorandos de entendimento entre a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira (CCAB) e instituições paranaenses (governamentais e privadas). O evento acontece em paralelo à Expo Dubai e reúne empresários e representantes comerciais do Estado e do mundo árabe para estabelecer novas parcerias e formas de cooperação.

Dois memorandos estabeleceram um novo acordo entre a Câmara, a Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) e a Invest Paraná, agência do Estado de prospecção de investimentos. 

PTI – Um terceiro, de caráter técnico, foi assinado pela Câmara de Comércio Árabe-Brasileira com a Fundação Parque Tecnológico de Itaipu (PTI). O objetivo deste acordo é desenvolver atividades e ações que promovam inovação, com integração de startups de diversas áreas, além de promover a geração de negócios dessas startups com investidores. As instituições se comprometeram a realizar rodadas de negócios temáticas nos próximos meses. 

Escritório – Também foi anunciada a abertura do escritório da Invest Paraná e da Fiep em Dubai. Ele ficará na sede da Rockland Group, empresa com atividades em mais de 15 países, nos segmentos de comércio, imóveis, petróleo/gás, energia renovável, telecomunicações/cibersegurança, entretenimento, entre outros. A ideia é que um representante do Estado trabalhe para dar apoio estratégico a empresas paranaenses que queiram fortalecer suas relações comerciais com a região.

Com informações da AEN 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *