ArgentinaBrasilFronteira

Argentina flexibiliza entrada pela Ponte Tancredo Neves

Os moradores de Puerto Iguazú (Argentina) e Foz não precisam mais apresentar a Declaração Juramentada ao atravessar a fronteira. (Foto: LaVozdeCataratas/Gentileza)

O novo dispositivo, que passou a valer nesta terça-feira (19), na Argentina, dispensa a obrigatoriedade de apresentação da “declaração eletrônica de entrada em território nacional” e  da “declaração eletrônica de saída de território nacional”.

A flexibilização, no entanto, vale apenas para moradores de Foz do Iguaçu e de Puerto Iguazú.

Na Ponte Tancredo Neves, entre Puerto Iguazú e Foz do Iguaçu, continua sendo aplicado o regime de “Corredor Turístico Seguro”, com os mesmos requisitos para cruzar a fronteira. As exigências só são mais flexíveis para os moradores de Foz, que agora devem apresentar apenas o comprovante de imunização completa (com as duas doses ou dose única) e o teste RT-PCR feito em até 72 horas. O visitante ainda passa por um outro exame na aduana argentina.

Brasileiros de outras regiões devem apresentar a Declaração Juramentada ao cruzar a fronteira. O documento, que está disponível no site do Ministério do Interior da Argentina, foi aprovado em 1 de Setembro de 2020.

Reabertura – Entre Bernardo de Irigoyen (Argentina), Dionísio Cerqueira (SC) e Barracão (PR), a  Declaração também não é solicitada aos moradores da fronteira. A travessia foi retomada hoje (19) cedo na região, com a exigência do exame e do comprovante de imunização. 

Cris Loose com informações do LaVozdeCataratas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *