Paraná

Clínica de Fisioterapia da Unioeste recebe materiais da Receita Federal

Entre os equipamentos estão uma televisão, eletroestimuladores e ventosas. (Foto: Unioeste/Divulgação)

A clínica de Fisioterapia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), campus de Cascavel, recebeu este ano vários materiais aprendidos pela Receita Federal.

Entre os equipamentos estão uma televisão, eletroestimuladores e ventosas. Os materiais são utilizados para atendimentos na clínica e para aulas práticas do curso de Fisioterapia.

A nova televisão já está em uso e para o diretor da Clínica de Fisioterapia, Rodrigo Genske, esse aparelho pode entreter os pacientes enquanto esperam por atendimento.

“Nós recebemos uma média de 200 pacientes e que costumam chegar aqui muito antes da abertura da clínica e acabam passando horas esperando o atendimento, então a gente precisa dessa TV para ocupar o tempo deles”, comenta Rodrigo.

Já os 47 eletroestimuladores que foram recebidos são aparelhos massageadores à bateria e à pilha e serão usados nas aulas práticas do Curso de Fisioterapia.

“Vamos usar com as turmas do 1º a 4º ano para mostrar como funciona a eletroestimulação desses aparelhos. Não é de uso específico da clínica, mas vai nos ajudar muito mais nas aulas práticas com os próprios alunos para o aprendizado deles”, destaca o diretor.

As ventosas, que têm usos específicos da área da acupuntura, dentro da medicina tradicional chinesa, servem para aumentar a circulação e a vasodilatação no local onde é feita a sucção.

“São copos de acrílico para fazer uma sucção em regiões específicas do corpo. Essa sucção serve tanto para relaxamento, quanto para ser utilizado nos pontos de acupuntura onde passam os meridianos de energia do corpo que é assim que é tratado dentro da medicina tradicional chinesa”, explica Rodrigo.

A Clínica de Fisioterapia – A Clínica de Fisioterapia/Centro de Reabilitação Física (CRF) foi implantada em 2010, no campus de Cascavel, e é um centro de reabilitação de média complexidade.

O espaço conta com serviços de médicos, enfermeiros, nutricionista, fonoaudiólogo, psicólogo e fisioterapeutas, atendendo diversas áreas, como ortopedia, neurologia, pediatria, saúde da mulher, pilates, hidroterapia, cardiorrespiratório, pneumo e acupuntura.  

“Não deixamos a desejar em nenhum grande centro de atendimento, conseguimos contemplar toda a população em todos os atendimentos desde a pediatria, até a geriatria”, avalia o diretor da Clínica de Fisioterapia, Rodrigo Genske.

Ao todo, o CRF pode realizar até 4.900 atendimentos por mês, porém com a pandemia os atendimentos caíram para uma média de três mil.

O Centro de Reabilitação Física é um centro de atendimento conveniado ao Sistema Único de Saúde (SUS) que atende todos os municípios correspondentes a 10ª Regional de Saúde.

“O paciente vem do município e passa por uma pré-triagem: ele vem com uma prescrição para o centro de reabilitação, e aqui passa pela avaliação multiprofissional, confirma a indicação que ele recebeu inicialmente, se precisar, fizemos o que foi inicialmente dispensado para ele ou adaptamos conforme a dificuldade e o que identificamos aqui para o paciente”, explica o diretor.

Há, ainda, o fornecimento de órteses, que são cadeiras de rodas, bengalas e andadores, e de próteses, que são meios que auxiliam os pacientes em algumas alterações. Esse serviço é disponibilizado aos pacientes pelo SUS.

“Somos conveniados ao SUS, então ele faz essa dispensação e nós somos o meio intermediário, a gente recebe o paciente, mede, verifica a deformidade e a dificuldade que o paciente tem para poder fornecer esse equipamento para o paciente”, complementa Rodrigo.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Unioeste  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.