BrasilParaná

Aluna da Escola de Dança Teatro Guaíra representará o Brasil em competição internacional nos EUA

Ana Julia Cotlinski ficou em terceiro lugar entre os 169 candidatos sul-americanos selecionados da categoria sênior. (Foto: Cesar Bond/CCTG/Reprodução)

A Escola de Dança Teatro Guaíra (EDTG) terá uma bailarina na final mundial do Youth America Grand Prix (YAGP), que acontece em abril deste ano, em Tampa, nos Estados Unidos. Ela representará o Brasil no YAGP, que é um dos maiores concursos de dança do mundo.

Ana Julia Cotlinski ficou em terceiro lugar entre os 169 candidatos sul-americanos selecionados. Desde 2009 a Escola não tinha representantes na premiação.

A participação no YAGP é importante porque a competição é uma espécie de “vitrine global”, que reúne os melhores estudantes e escolas de balé de todo o mundo.

O sucesso dos ex-alunos da EDTG Daniel Camargo e Naiara Lopes é um exemplo disso. Os dois foram representantes do Guaíra na premiação e ganharam notoriedade internacional.

Daniel ganhou uma bolsa no YAGP, depois tornou-se solista do Dutch National Ballet, em Amsterdam, e em 2018 foi indicado ao Prix Benois de la Danse, considerado o prêmio mais importante da dança no mundo. Já Naiara também ganhou bolsa de estudos e hoje é a bailarina principal do Pennsylvania Ballet.

Coroação – Para Patrícia Otto, coordenadora da EDTG e autora da coreografia Interface, que Ana Júlia apresentou na final sul-americana, a participação da aluna na premiação dos Estados Unidos é a coroação do trabalho diário desenvolvido pela Escola.

“É um peso diferente pelo contexto da pandemia. Foi um trabalho virtual árduo”, diz. Todo o treinamento de Ana Júlia e criação coreográfica foi feito de forma online em 2021, com duração média de cinco horas por dia.

Para chegar a final do YAGP, a bailarina passou quase 12 meses competindo nas etapas regional e nacional. Até abril, ela seguirá um intenso período de preparação.

“É a realização de um sonho, é muito recompensador ver o fruto do meu trabalho. Alcançar isso depois de um momento tão conturbado, ensaiando em casa, sem espaço adequado. Voltar ao palco com essa conquista foi mais especial ainda, consegui dar mais valor ao simples fato de estar no palco”, afirma Ana Júlia.

Premiação – O Youth America Grand Prix é a maior competição internacional de balé e programa de bolsas de estudos sem fins lucrativos do mundo, aberto a alunos de dança de todas as nacionalidades, de nove a 19 anos de idade.

Desde 1999, o YAGP concedeu mais de US$ 3 milhões em bolsas para as principais escolas de dança do mundo. Além disso, mais de 50 mil dançarinos participaram de workshops, testes para bolsas de estudo e master classes do YAGP em todo o mundo. Em 2021, em função da pandemia do coronavírus, as atividades ocorreram de forma virtual.

Com informações da AEN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.