BrasilParaná

UEM lança site internacional em inglês, espanhol e português

A UEM também lançou um catálogo dos 56 Programas de Pós-Graduação, que contribuem para grande parcela da produção científica da instituição. (Foto: UEM/Divulgação)

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) colocou no ar o site internacional da instituição. O objetivo é ampliar a internacionalização, uma ação considerada estratégica pela UEM, que vem se firmando como uma das melhores universidades do país.

A cerimônia de lançamento do site internacional da universidade, o uem.br/international foi no câmpus de Maringá, no fim da tarde de sexta-feira (11).

No novo site estarão disponíveis conteúdos em inglês, espanhol e português. De acordo com Julio César Damasceno, reitor da UEM, a iniciativa se alinha à política institucional de internacionalização e à política linguística institucional da universidade e atende uma demanda global por informações.

“Nossa sociedade se intensificará cada vez mais em integração e dependência de todos os cantos do nosso planeta”, disse.

A iniciativa foi proposta pela Comissão para Gestão de Conteúdo da Página da UEM, instituída pela Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (PLD), e foi elaborada em parceria da Coordenadoria de Promoções e Relações Públicas (CPR) da Assessoria de Comunicação Social (ASC) com o ECI, o DLM, o ILG e o Laboratório de Internacionalização (IntLab).

A hospedagem é fornecida pelo Núcleo de Processamento de Dados (NPD) e o site foi validado previamente pelo Comitê de Tecnologia da Informação (Coti).

Por meio de dois projetos de extensão do Departamento de Letras Modernas (DLM) da UEM, o conteúdo original em português do site pôde ser traduzido, revisado e publicado em inglês e espanhol. As equipes contam com integrantes do DLM, do Instituto de Línguas (ILG) e das graduações em Letras (licenciatura e bacharelado em Tradução em Inglês) e em Secretariado Executivo Trilíngue, tendo como coordenadoras as professoras Aline Cantarotti (inglês) e Viviane Cristina Poletto Lugli (espanhol). As notícias da UEM serão traduzidas aos idiomas, de modo a ganhar alcance global. Também está em desenvolvimento um glossário.

Conteúdo – Estruturalmente, o conteúdo do site internacional é dividido em seis macrotemas, disponibilizados no menu superior: Câmpus, Ensino, Pesquisa, Extensão, Saúde e Institucional.

Elementos que se destacam nessas seções são o vídeo institucional, o desempenho da universidade nos mais importantes rankings mundiais, a descrição da infraestrutura e dos cursos de graduação e pós-graduação, e o resumo da UEM por meio de números relevantes.

Dentre as diretrizes de desenvolvimento do website, está a facilidade para editar conteúdos simultaneamente por diversas pessoas (tais como coordenadores de cursos de graduação) e “a escalabilidade, ou seja, a capacidade de manipular uma porção crescente de informação, estando preparado para crescer tanto em conteúdo como em estrutura”.

O site também tem preocupação com a responsividade, ou seja, permite ao internauta navegar facilmente e com visual agradável, independentemente do dispositivo em uso, por exemplo celular, tablet ou computador.

Segundo André Scarate, assessor de divulgação institucional da UEM, o site é dinâmico e será sempre revisado e atualizado.

“Nossos focos foram o conteúdo institucional, a apresentação da informação e o processo para manutenção do site. Visamos potencializar em escala global nossa reputação acadêmica e estrutura de Ensino, Pesquisa e Extensão”, explicou Scarate, que aproveitou para agradecer aos envolvidos no projeto, que investiram tempo e conhecimento.

Pós-graduação – Também na solenidade, houve o lançamento do Catálogo dos Programas de Pós-Graduação da UEM. A universidade tem 56 Programas de Pós-Graduação, que contribuem para grande parcela da produção científica da UEM. São 85 cursos stricto sensu: 44 de mestrado acadêmico, 12 de mestrado profissional e 29 de doutorado acadêmico.

Com informações da AEN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.