BrasilParaná

Inovação no Agro: Startups do ecossistema do PTI-BR apresentam tecnologias para o campo no Show Rural

No estande do Parque Tecnológico Itaipu, startups e empresas condôminas levaram ao público uma diversidade de soluções inovadoras para o agro. (Foto: Kiko Sierich/PTI)

Tecnologias para agricultura de precisão, avicultura e piscicultura estão entre as soluções apresentadas pelas startups e empresas condôminas que integram o ecossistema de inovação do Parque Tecnológico Itaipu – Brasil (PTI-BR), durante o Show Rural, evento realizado de 7 a 11 de fevereiro, em Cascavel.

Foram apresentadas soluções para diferentes tipos de necessidades: gerenciamento e monitoramento para piscicultura (Acqua Fish), GPS agrícola de baixo custo (Daga Agrinavi), monitoramento e gestão para aviários (STAC), tecnologia para aferição e controle da umidade do solo (irrigaSMART), plataforma geoespacial de florestas (MapForest) e solução de inteligência artificial (IA), para o detalhamento do perfil de clientes (Métrica Diagnóstico).

Já as empresas condôminas do PTI-BR levaram soluções em suplementação luminosa (Grupo Fienile), gestão e eficiência energética (VetorLog), gestão de resíduos e geração de energias renováveis (CIBiogás), sistemas de gestão (Grupo DCBras e Brasil Soberano), Gestão de Marcas e Patentes (Mark-se), veículo elétrico (Hitech) e a Spin Off do PTI, Lasse, com o veículo elétrico e carregador residencial.

TecnologiaUma das empresas que apresentou ao público da feira as suas soluções no estande do Parque Tecnológico foi a DCBRAS. O CEO Andrei Deuschle destacou que a empresa possui uma parceria com o PTI-BR na área de tecnologia, produtos e serviços.

“A DCBras hoje é detentora da maior parceria público-privada da união na modalidade concessão administrativa de serviços do governo federal, cuja especialidade é gestão de data centers e estruturas governamentais”, explicou. “Desenvolvemos uma parceria com o PTI que hoje é uma marca de excelência e qualidade e indiscutivelmente se torna um marco relevante para o grupo dentro do que é o Projeto Data GOV 5.0”, disse.

Negócios e networkingA participação das empresas incubadas e condôminas também possibilitou a geração de negócios e conexões com investidores e outros players do mercado.

De acordo com a sócia proprietária e engenheira eletricista da Daga Agrinavi, Josiane Gonçalves, a empresa trouxe todas as nossas inovações que já estão no mercado e os projetos que estão em fase de validação.

“O nosso principal intuito era justamente demonstrar para o nosso público alvo, que esteve no evento, as nossas soluções. Tivemos a oportunidade de alcançar o nosso cliente final, parcerias com outras empresas e de conversar com investidores”, destacou. “Participar do Show Rural foi magnífico”, concluiu.

Com informações do PTI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.