Paraná

Unioeste retoma projeto que ajuda a combater obesidade em adolescentes

Projeto de extensão comunitária oferece atividades físicas gratuitas para adolescentes matriculados em séries do ensino fundamental de escolas públicas. (Foto: Pixabay/Ilustração)

A Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) retomou em 2022 o projeto Praticar, desenvolvido no campus Marechal Cândido Rondon e que promove práticas corporais para prevenir e combater a obesidade em adolescentes do município.

O projeto de extensão comunitária é coordenado pelo professor Arestides Pereira da Silva Júnior, foi criado no ano de 2017 e está vinculado ao curso de Educação Física da Unioeste.

Além do atendimento à comunidade, a ação possibilita aos acadêmicos do curso de Educação Física uma oportunidade de fortalecer a prática pedagógica na formação, por meio da atuação em um projeto de cunho educativo e social, com aulas de Educação Física no contraturno escolar.

A proposta é destinada a adolescentes entre 9 e 14 anos que estejam matriculados em séries do ensino fundamental de escolas públicas. As aulas acontecem no Complexo Poliesportivo Elói Lohman,n da Unioeste (ginásio de esportes, quadra externa, pista de atletismo, quadra de areia, campo de futebol e tatame), nas segundas e quartas-feiras, das 15h30 às 17h00 horas.

O projeto é gratuito e com vagas limitadas. Os interessados deverão comparecer no dia e horário da realização do projeto para efetivarem a sua inscrição.

Várias práticas – No projeto são oferecidas várias práticas corporais, dentre elas: esportes de invasão (basquetebol, futebol, futsal, handebol, ultimate frisbee); esportes de marca e com rede divisória ou muro/parede de rebote (badminton, peteca, tênis de campo, tênis de mesa, voleibol atletismo); ginástica; dança; atividades circenses; lutas; capoeira e práticas corporais de aventura.

De acordo com o coordenado, professor Arestides, o projeto já havia retornado com as aulas presencias no segundo semestre de 2021, respeitando todas as medidas sanitárias e protocolo de biossegurança da Unioeste. Houve a sua paralisação devido as férias escolares.

As ações realizadas no projeto vêm registrando participação maciça dos jovens e contribuindo de forma efetiva nesse período de pandemia, com a adoção de hábitos saudáveis e o estímulo para um estilo de vida ativo, de forma a contribuir com a promoção da saúde e melhoria da qualidade de vida dos jovens atendidos.

Com informações da AEN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.