BrasilParaná

Gasolina sobe 18,8% e há falta de óleo diesel em Curitiba

O aumento de 18,8% no preço da gasolina e de 24,9% do diesel “terá grande impacto para consumidores, o mercado e a economia em geral”, alerta o Paranapetro – Sindicato do Comércio Varejista de Combustível. (Foto: Paraná Portal/Reprodução)

O aumento de 18,8% no preço da gasolina e de 24,9% do diesel, anunciado nesta quinta-feira pela Petrobras,  “terá grande impacto para consumidores, o mercado e a economia em geral”, alerta o Paranapetro (Sindicato do Comércio Varejista de Combustível).

O anúncio da Petrobras foi feito após 57 dias de congelamento dos preços. A partir desta sexta-feira (11), o preço médio da venda da gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro, um aumento de 18,8%.

Para o diesel, o preço médio passará de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro, uma alta de 24,9%. Para o GLP, o preço médio de venda do GLP da Petrobras, para as distribuidoras foi reajustado em 16,1%, e passará de R$ 3,86 para R$ 4,48 por kg, equivalente a R$ 58,21 por 13kg.

Paranapetro – Em relação ao aumento realizado pela Petrobras nas refinarias, o Paranapetro esclareceu, por meio de nota, que “este é um aumento que terá grande impacto para consumidores, o mercado e a economia em geral. Desde o final de semana algumas distribuidoras já começaram a aumentar os preços de venda para os postos, antes de qualquer anúncio oficial de elevação na Petrobras, alegando uma maior entrada de combustíveis importados no mercado. Conforme o Paranapetro tem alertado, esta é uma prática frequente: algumas distribuidoras costumam repassar os aumentos com grande agilidade para os postos, muitas vezes de imediato”.

Na base de carregamento de óleo diesel da Petrobras há filas de caminhões a espera do produto que desapareceu do mercado, segundo informou ao Paraná Portal o gerente comercial da Multipetro, Geraldo Barbosa. Há falta de óleo S-10 no mercado. 

Com informações do Paraná Portal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.