Paraná

PCPR mira contra organização criminosa responsável por aplicar golpes do delivery

A ação conta com o apoio do Departamento Estadual de Investigações Criminais e do Garra da Polícia Civil do Estado de São Paulo. (Foto: Pixabay/Ilustração)

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas, desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (16), em uma operação contra uma organização criminosa responsável por aplicar golpes do delivery em Curitiba. Os mandados estão sendo cumpridos simultaneamente na capital do estado de São Paulo e em Diadema (SP).

Cerca de 70 policiais civis têm como objetivo cumprir 29 ordens judiciais, sendo 16 mandados de busca e apreensão, sete de bloqueios de conta e seis de prisão temporária. A ação conta com o apoio do Departamento Estadual de Investigações Criminais e do Garra da Polícia Civil do Estado de São Paulo.

Durante as investigações, dez famílias foram vítimas dos criminosos e procuraram a PCPR. Conforme apurado, os indivíduos cometiam o crime no Paraná e em São Paulo.

No decorrer das diligências a PCPR ainda constatou que os criminosos faziam paralelamente um comércio ilegal de compra e aluguel de perfis de motoristas dos aplicativos.

Golpe – O golpe é aplicado por criminosos que se passam por entregadores de aplicativos de delivery de comida. Ao fazer o pagamento pela maquinhinha de cartão, o golpista registra o débito de um valor muito superior ao da compra e o cliente fica no prejuízo.

Com informações da PCPR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.