Paraná

Previsão é de muito frio na próxima semana em grande parte do País

Massa de frio favorecerá a queda acentuada de temperatura com previsão de valores negativos em algumas cidades da Região Sul. (Foto: INMET/Reprodução)

Uma intensa massa de ar frio deverá atingir grande parte do Brasil a partir de domingo (15), causando acentuada queda de temperatura em parte da Região Sul. A partir do dia (16), a massa de ar frio avança rapidamente pelas demais áreas da Região Sul, chegando ainda nas regiões Centro-Oeste e Sudeste e, até a noite deste dia, poderá atingir, inclusive, os estados de Rondônia e Acre.

Durante este período, as temperaturas poderão cair em torno de 10°C (queda entre a temperatura mínima de um dia comparada a temperatura mínima do dia anterior), especialmente na Região Sul e no sul das regiões Centro-Oeste e Sudeste. No Acre e em Rondônia, o frio deve causar o segundo episódio de friagem do mês (o primeiro ocorreu entre os dias 4 e 5).

Geada – A tendência é de condições favoráveis a formação de geada ampla na Região Sul, e em pontos do sul de Mato Grosso do Sul e da Região Sudeste, entre os dias 17 e 23. As geadas poderão ser fortes em alguns pontos e, atualizações nos próximos dias serão essenciais para definição de local e intensidade. 

Neve – Vale destacar que, por enquanto, há uma pequena possibilidade de ocorrência de neve nas serras Gaúcha e Catarinense entre a noite do dia 16 e madrugada do dia 17, porém, para maiores detalhes e possíveis mudanças na previsão de ocorrência de tal fenômeno, recomenda-se acompanhar as próximas atualizações desta nota.

Geada e Agricultura – Do ponto de vista agrometeorológico, a geada é um fenômeno causado pela ocorrência de baixas temperaturas que promovem o congelamento dos tecidos vegetais, havendo ou não a formação de gelo, e provoca a morte das plantas ou de suas partes (folhas, ramos, frutos). Ela pode ser ocasionada tanto por entradas de massas de ar frio, quanto por um intenso resfriamento da superfície, durante noites de céu limpo e sem vento. Além disso, seu efeito nas plantas varia de acordo com a espécie, a sua tolerância ao frio e a fase fenológica que ela se encontra e sua ocorrência resulta, em muitas vezes, em severos prejuízos econômicos principalmente se ocorrem precoce ou tardiamente.

Além dos alertas emitidos pelo INMET, o SISDAGRO – Sistema de Suporte à Decisão na Agropecuária, possui uma ferramenta de previsão de condições favoráveis à formação de geada com antecedência de 5 (cinco) dias. O Sisdagro pode ser acessado no portal do Inmet ou clicando em sisdagro.inmet.gov.br. Outra ferramenta é o Alerta Geada, do simepar.br, no Paraná. 

Com informações do INMET

Um comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.