Covid-19Foz do Iguaçu

Uso de máscara passou a ser facultativo nos ônibus do transporte coletivo em Foz

A exceção se aplica aos cidadãos que apresentarem sintomas respiratórios, no acesso aos ambientes fechados e abertos; continua obrigatório o uso de máscara nos serviços de saúde. (Foto: Christian Rizzi/PMFI)

A utilização de máscara facial passou a ser facultativa nos ônibus do transporte coletivo de Foz do Iguaçu. A decisão leva em consideração o atual cenário epidemiológico, com baixos números de casos e internações para a Covid-19, bem como a estabilidade relacionada ao número de óbitos. O decreto entrou em vigor nesta quinta-feira (25).

A exceção se aplica aos cidadãos que apresentarem sintomas respiratórios, tanto em ambientes abertos quanto fechados. Continua sendo obrigatório o uso da máscara nos serviços assistenciais de saúde, como unidades básicas, clínicas, laboratórios e hospitais.

“Graças à vacinação, os números caíram de forma significativa, mas a doença ainda existe, então é recomendado que a pessoa com sintoma gripal utilize a máscara. Muitos casos de síndrome gripal podem ser covid-19 ou até influenza, então, é importante se prevenir e buscar uma unidade de saúde, quando necessário”, orienta a secretária de saúde, Jaqueline Tontini.

A nova medida anunciada pela prefeitura também considera o percentual da população vacinada contra a Covid-19. Nos adultos acima de 18 anos, a vacinação chegou a 114,5% com a primeira e a segunda dose e 60,9% com a dose de reforço.

Os adolescentes vacinados com as duas doses representam 85%. O menor público vacinado é o de crianças, com apenas 50,30% com a primeira dose e 32,88% com a segunda dose.

A vacinação segue disponível em todas as unidades de saúde, sem a necessidade de agendamento.

Em 17 de março, o município tornou facultativo o uso de máscaras em ambientes abertos e no dia 30 de março o uso também deixou de ser obrigatório em ambientes fechados.

Com informações da PMFI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.