Foz do Iguaçu

Observatório Social comemora 13 anos com ações na comunidade em Foz do Iguaçu

A entidade convida o cidadão para transformar a indignação em atitude, atuando como voluntário. (Foto: Observatório Social/Divulgação)

Sob o lema que convoca o cidadão para transformar a indignação em atitude, o Observatório Social do Brasil – Foz do Iguaçu (OSB – FI) celebra 13 anos neste mês de setembro. A data é marcada por ações junto à comunidade, incluindo assinatura de parceria, panfletagens e apresentação do trabalho da entidade para universitários.

A agenda dentro das comemorações de aniversário teve início já no Congresso Pacto pelo Brasil, realizado em Foz do Iguaçu pela primeira vez. Depois ocorreu a assinatura de termo de parceria entre o OSB – FI e o campus iguaçuense da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste/Foz) para ações de controle social e educação fiscal. 

As atividades prosseguiram com panfletagens nas empresas mantenedoras, em locais de circulação de pessoas, sendo realizadas no Posto Azteca, Encopel e Enerluz. Para finalizar a programação, voluntários participaram de um diálogo com estudantes do curso de Direito da Descomplica UniAmérica Centro Universitário.

Presidente do Observatório Social em Foz do Iguaçu, Jaime Nascimento destaca a relevância dos voluntários e mantenedores na construção de uma entidade sólida, estruturada e consolidada. Lembra ele que já são mais de R$ 79 milhões em economia aos cofres públicos iguaçuenses com o monitoramento de licitações e certames.

“Controle social e cidadania caminham lado a lado. Por isso convidamos o cidadão a ser um voluntário do Observatório Social”, enfatiza. “A participação é a nossa força e nos capacita para atingirmos resultados ainda maiores a favor da boa gestão, da correta aplicação do dinheiro público e prestação de serviços adequados”, completa Jaime.

Direito – A professores e estudantes do curso de Direito da Descomplica UniAmérica, foi enfatizada a importância dessa área do conhecimento para o apoio às iniciativas de controle social do OSB – FI. Foi apresentado o trabalho da entidade, e a comunidade acadêmica foi convidada a conhecer mais e a participar das ações. 

“Os esclarecimentos aos estudantes de Direito são essenciais para a compreensão das possibilidades de atuação na comunidade, de dar efetividade aos ensinamentos aprendidos na formação”, avalia a coordenadora do curso, Maria Madalena Esteves. “Afinal, um dos nossos objetivos é preparar cidadãos capazes de transformar a sociedade.”

A docente lembra que a instituição de ensino superior sediada em Foz do Iguaçu mantém projetos que estão ligados a diferentes temáticas da sociedade.

“Eles se relacionam aos interesses individuais, coletivos e associativos, e à atuação extrajudicial”, elenca a professora Maria Madalena Esteves, exemplificando a importância da interação.

Cidadania e voluntariado – O Observatório Social em Foz do Iguaçu está aberto para a participação de toda pessoa interessada em ser voluntária na instituição. Com isso, contribui para o aperfeiçoamento e transparência da gestão pública, fazendo parte de um time dedicado ao monitoramento dos gastos e contas públicas do município.  

Para conhecer mais sobre o funcionamento ou participar da instituição como voluntário, basta entrar em contato pelo telefone (45) 3198-9185, WhatsApp 98823-5350 ou e-mail fozdoiguacu@osbrasil.org.br. A equipe técnica e os voluntários estão à disposição para informar e esclarecer dúvidas.

O Observatório Social em Foz do Iguaçu foi fundado em 15 de setembro de 2009, a partir de um esforço conjunto que mobilizou vontades e instituições. Sua atuação é inteiramente voluntária, sem vínculos com poder público ou órgãos de controle, custeando as atividades de interesse público com doações de mantenedores.

Hoje, conta com uma rede de 60 voluntários e mantém parceria com todas as instituições de ensino superior públicas e privadas em Foz do Iguaçu. Venceu duas edições do Prêmio Nacional de Boas Práticas e é reconhecido como OSB 100% Eficiente. Integra o Sistema de Observatórios Sociais do Brasil, rede de controle social presente em mais de 150 cidades.

Com informações da Assessoria de Imprensa do Observatório Social em Foz do Iguaçu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.